terça-feira, 28 de novembro de 2017

CÁLCULOS ENEM 54

(ENEM / 2017 / 1) A toxidade de algumas substâncias é normalmente representada por um índice conhecido como DL50 (dose letal mediana). Ele representa a dosagem aplicada a uma população de seres vivos que mata 50% desses indivíduos e é normalmente medido utilizando-se ratos como cobaias. Esse índice é muito importante  para os seres humanos, pois ao se extrapolar os dados obtidos com o uso de cobaias, pode-se determinar    o nível tolerável de contaminação de alimentos, para que possam ser consumidos de forma segura pelas pessoas.
O quadro apresenta três pesticidas e suas toxidades.
A unidade mg/kg indica a massa da substância ingerida pela massa da cobaia.

Pesticidas                   DL50(mg/kg)

Diazinon                           70

Malation                         1.000

Atrazina                          3.100  

Sessenta ratos, com massa 200 g cada, foram divididos em três grupos de vinte. Três amostras de ração, contaminadas, cada uma delas com um dos pesticida indicados no quadro, na concentração de 3 mg por grama de ração, foram administradas para cada grupo de cobaias. Cada rato consumiu 100 g de ração.

Qual(ais) grupo(s) terá(ão) uma mortalidade mínima de 10 ratos.

RESOLUÇÃO

Cálculo da massa do pesticida ingerida por cada rato ao consumir 100 g de ração.

1 mg (pesticida) .........................  1 g (ração)
X mg (pesticida) .........................  100 g (ração)

X = 300 mg de pesticida

Cálculo da massa do pesticida por quilograma de massa corporal em cada rato:

300 mg (pesticida) ............................ 200 g ( massa de cada rato)
X mg (pesticida) ................................ 1.000 g ( massa corporal)

X = 1.500 mg / kg massa corporal  

Diazinon apresenta DL50 = 70mg/kg, logo ao ingerir 1.500mg/kg, mais de 50% de amostragem morrerão.

Malation apresenta DL50 = 1.000mg/kg, logo ao ingerir 1.500mg/kg do pesticida, mais de 10 ratos morrerão.

A Antrazina apresenta DL50 = 3.100mg/kg e não provocará a morte de mais de 10 ratos.

RESOLUÇÃO POR ANÁLISE DIMENSIONAL


Nenhum comentário:

Postar um comentário