domingo, 23 de julho de 2017

CÁLCULOS ENEM 30

(ENEM 2012) O polímero PET (tereftalato de polietileno), material presente em diversas embalagens descartáveis, pode levar centenas de anos para ser degradado e seu processo de reciclagem requer um grande aporte energético. Nesse contexto, uma técnica que visa baratear o processo foi implementada recentemente.
Trata-se do aquecimento de uma mistura de plásticos em um reator a 700oC e 34 atm, que promove a quebra das ligações químicas entre átomos de hidrogênio e carbono na cadeia do polímero, produzindo gás hidrogênio e compostos de carbono que podem ser transformados em microesferas para serem usadas em tintas, lubrificantes, pneus, dentre outros produtos.
Considerando o processo de reciclagem do PET, para tratar 1.000g desse polímero, com rendimento de 100%, o volume de gás hidrogênio liberado, nas condições apresentadas, encontra-se no intervalo entre

Dados: Constante dos gases R = 0,082L.atm/mol.K; Massa molar do monômero do PET = 192g/mol; Equação de estado dos gases ideias: P V = n R T

a)    0 a 20 litros          b) 20 a 40 litros         c) 40 a 60 litros        

d) 60 a 80 litros         e) 80 a 100 litros


RESOLUÇÃO

T Kelvin = T Celsius + 273

T Kelvin = 700 + 273 = 973 K

Cada mol de PET é formado por 8 mols de hidrogênio (contagem feita na figura) que na reação geram 4 mols de gás hidrogênio (H2).
  






RESPOSTA: letra C

Nenhum comentário:

Postar um comentário