sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

TERMOQUÍMICA - 20

20) Conhecendo as reações:

CH4(g) + 2O2(g) => CO2(g) + 2H2O(g)                      ∆H = – 212 kcal

C(s) + 1/2O2(g) => CO(g)                                            ∆H = – 94 kcal

H2(g) + 1/2O2(g) => H2O(l)                                         ∆H = – 68 kcal

A entalpia de formação do gás metano será igual a:

C(s) + 2H2(g) => CH4(g)

Balanço energético: para calcular o calor de formação do metano a partir de reações intermediárias precisamos analisar se as substâncias são produtos ou reagentes na equação de formação, de combustão e em qual quantidade participam da reação, após acertamos as substâncias das equações de formação e combustão para que no final reagente seja reagente e produto seja produto e em quantidades iguais a equação solicitada.

O metano esta como reagente na reação intermediária de combustão, mas na de formação ele aparece como produto, logo precisamos inverter esta equação, mas a quantidade de um mol é igual, logo como consequência o valor da energia envolvida será também invertido (+212kcal).

O carbono esta como reagente na reação intermediária de combustão e na de formação do gás metano ele aparece também como reagente, sendo as quantidades iguais, um mol, logo o valor de energia fica o mesmo (– 94kcal).

O gás hidrogênio esta como reagente na reação intermediária de combustão e quantidade de 1mol, na de formação ela aparece como reagente, com quantidade igual a 2mols, precisamos multiplicar o valor de sua energia por 2 (– 68 x 2 = –136kcal).

O calor de formação de um mol do gás metano será a soma das energias envolvidas nas etapas intermediárias.

+212 + (– 94) + ( –136) = – 18quilocalorias


Variação de energia (∆H) = –18kcal

Nenhum comentário:

Postar um comentário