domingo, 18 de dezembro de 2016

potencial Hidrogeniônico (pH) - 38

38) Num recipiente, mantido a 25oC, misturam-se 50 mililitros de uma solução 5,0 milimol/litro de ácido clorídrico, 50 mililitros de água destilada e 50 mililitros de uma solução 5,0 milimol/litro de hidróxido de sódio. Calcular o pH da solução resultante.

RESOLUÇÃO

Teste que em princípio parece ser de cálculo, mas apenas usando considerações teóricas acharemos o resultado.

Para calcular o pH da solução resultante precisamos da concentração de cátions hidrogênio[H1+].

Leitura molar ácida: 5,0 milimol/litro significa que em cada 1 litro (1.000 mL) de solução ácida teremos 5,0 milimol de ácido clorídrico [HCl] dissolvido e ionizado 100% em cátions hidrogênio[H1+] que neste caso terá quantidade igual a do ácido, por ser um monoácido(apenas um hidrogênio ionizável por molécula de HCl).

Leitura molar básica: 5,0 milimol/litro significa que em cada 1 litro (1.000 mL) de solução básica teremos 5,0 milimol de hidróxido de sódio [NaOH] dissolvida e dissociada 100% em ânions hidróxido[OH1-] que neste caso terá quantidade igual a da base, por ser uma monobase (apenas um ânion hidróxido para ser dissociado) por partícula de NaOH.

A quantidade de cátions hidrogênio[H1+] e ânions hidróxido[OH1-] não será alterada com a adição de água, somente a concentração da solução.

A neutralização total ocorre quando a quantidade, em mols, de [H1+] e [OH1-] forem iguais.

Como as quantidades de [H1+] e de [OH1-] são iguais a solução resultante será neutra e a concentração de cátions hidrogênio será a da água a 25oC.

[H1+]= [10-7] mol/litro

Cálculo do pH

pH = - log [H1+] = - log [10-7] 

pH = 7

Nenhum comentário:

Postar um comentário