segunda-feira, 11 de julho de 2016

PORCENTAGEM - 25

25) Em 2003 pacientes que foram submetidos a exame de raios-X no diagnóstico de úlceras do aparelho digestivo, usando uma suspensão aquosa de sulfato de bário como constraste, morreram em consequência de envenenamento por íons bário. As investigações indicaram que o lote encontrava-se contaminado por carbonato de bário (14% contra um limite máximo de 0,001%).

Qual a massa de sulfato de bário, em miligramas, contendo 14% de BaCO3 como impureza, seria suficiente para matar um paciente, sabendo que a dose letal de cátions bário (Ba2+) é

35miligramas.

O carbonato de bário é formado por cátions bário e ânions carbonato, logo tendo a massa de cátions bário poderemos achar a massa de carbonato de bário que corresponder a 14% da mistura.

Massa molar (BaCO3) = (1 . 137) + (1 . 12) + (3 . 16) = 197gramas por mol

197g de BaCO3 é formado por 137 g de cátions bário.

Lembre que o prefixo "mili" significa dividir por 1000

197 g ............. 137 g
x g ................ 0,035g

x = 0,050g de BaCO3

Leitura percentual: cada 100g da mistura tem 14gramas de carbonato de bário.

100g ................. 14g
x g .................... 0,050g

x = 0,359g = 359mg




Nenhum comentário:

Postar um comentário