sexta-feira, 29 de julho de 2016

NEUTRALIZAÇÃO - 13

13) Digamos que um químico tinha uma solução de ácido acético (CH3COOH(aq)) e queria descobrir a sua concentração, em mol/L. 
Então, ele colocou 20,0 mL de ácido acético (titulado) em um erlenmeyer e adicionou o indicador fenolftaleína. Depois ele encheu uma bureta de 100 mL com hidróxido de sódio (NaOH)  de concentração conhecida (titulante) igual a 1,0 mol/L.  Por fim, o químico realizou a titulação e percebeu que a mudança de cor (ponto de viragem - momento em que ele parou a titulação) ocorreu quando foram consumidos 24,0 mL de NaOH.

RESOLUÇÃO

Princípio da neutralização entre ácidos e bases: um mol de cátions hidrogênio (H1+) neutraliza um mol de ânions hidróxido (OH1-), logo a proporção deve ser de 1:1.

RELAÇÃO ESTEQUIOMÉTRICA ÁCIDO-BASE.

Como o ácido acético é um monoácido, ou seja apresenta apenas um hidrogênio ionizável, aquele ligado a um oxigênio, temos:

1 mol de CH3COOH neutraliza 1 mol de NaOH.

Para calcular a concentração, em mol/litro, do ácido precisamos saber quantos mols dele tem dissolvidos em 20 mililitros.

Como a proporção estequiométrica é de 1:1, a quantidade, em mols, de base que neutralizará o ácido é a mesma, logo vamos calcular quantos mols de base foram usados.

Pelos dados fornecidos poderemos montar a seguinte regra de três.

1 mol .......................  1000mL

X mols ....................   24 mL

X = 0,024mols da base foram usados para neutralizar 0,024mols do ácido, pela proporção estequiométrica.

Logo, 0,024mols do ácido estão dissolvidos em 20 milillitros ou 0,020litros de solução aquosa ácida.

Concentração da solução ácida = 0,024mols / 0,020L = 1,2 mol/litro



Nenhum comentário:

Postar um comentário