quarta-feira, 12 de agosto de 2015

ELETROQUÍMICA - 43

43) Tem-se 200mililitros de uma solução 1mol/litro de sulfato de níquel II. Fazendo-se passar uma corrente elétrica de 4 Ampéres pergunta-se qual será a molaridade dessa solução ao fim de 1hora 4minutos e 20segundos. Admitindo-se que não haja diminuição d volume.

Precisamos calcular a quantidade, em mols, de níquel depositada e descontar da quantidade inicial, em mols, existente em 200mililitros de solução.

Càtions níquel são atraídos para o Cátodo do processo de eletrólise e se Reduzem, formando níquel metálico insolúvel que se depositará.

1Ni+2(aq) + 2 mols de elétrons => 1Ni(s)

Leitura da reação: 1mol de Cátions níquel se Reduzem, ao receber dois mols de elétrons ou ao passar uma carga igual a 2 x 96.500Coulombs, no Cátodo.

A relação a ser feita é quantidade, em mols de níquel com carga, em Coulombs, que passou.

Vamos calcular a carga a que foi submetida a solução de sulfato de níquel.

Carga é diretamente proporcional ao produto entre a intensidade de corrente, em Amperes, e o tempo , em segundos.

Tempo = 1hora 4minutos e 20segundos

Tempo = 3600 + 240 + 20 = 3860segundos

Carga = 3860 . 4 = 15.440 Coulombs

1mol ..................... 193.000 C
x mol .................. 15.440 C

x = 0,08mol

Ou seja, de 0,20 mol que existia antes nos 200mililitros temos agora (0,20 - 0,08) = 0,12mol

Nova concentração = 0,12 mol / 0,2litros

Concentração molar = = 0,6mol/litro

Nenhum comentário:

Postar um comentário