domingo, 15 de dezembro de 2013

CÁLCULO DE FÓRMULAS - 28

28) Calcular a fórmula molecular de um composto orgânico, sabendo-se que a sua composição centesimal é a seguinte:

Carbono (C) = 40,67%

Hidrogênio (H) = 8,47%

Nitrogênio (N) = 23,73%

Massa molar deteminada experimentalmente igual a 118g.

Cálculo da fórmula mínima.

Carbono(C): 12g/mol

40,67/12 =3,38; 3,38/1,69 = 2 mols

Nitrogênio(N): 14g/mol

23,73/14 = 1,69; 1,69/1,69 = 1 mol

Hidrogênio(H) = 1g/mol

8,47/1 8,47; 8,47/1,69= 5 mols

Como a soma das porcentagens não dá 100% esta faltando calcular a porcentagem de oxigênio.

%O = 100 - (40,67 + 8,47 + 23,73) = 27,13%

Oxigênio(O): 16g/mol

27,13/16 = 1,69; 1,69/1,69 = 1 mol

Leitura molar: 1 mol de moléculas do composto é formado por 2 mols de átomos de Carbono, 5 mols de átomos de Hidrogênio, 1 mol de átomos de Nitrogênio e 1 mol de átomos de Oxigênio.

Fórmula mínima: C2H5NO

Para calcular a fórmula molecular, que mostra a quantidade de átomos que existe na fórmula, precisamos calcular a massa representada pela fórmula mínima e depois comparar com a massa molar calculada experimentalmente.
C2H5NO = (2 . 12) + (5 . 1) + (1 . 14) + (1 . 16) = 59g

Como a massa molar, 118g/mol, é o dobro da massa calculada, isto mostra que o número de átomos por molécula deve ser o dobro também.

Fórmula molecular = 
C4H10N2O2

Nenhum comentário:

Postar um comentário