domingo, 15 de dezembro de 2013

CÁLCULO DE FÓRMULAS - 23

23) Uma amostra de hidrocarboneto CxHy, com massa igual a 1,00g, é queimada em excesso de oxigênio, fornecendo 1,80g de H2O e 2,93 g de CO2

A fórmula mínima (empírica) do hidrocarboneto é:

Leitura molar: "x" mols de carbono se combinam com "y" mols de hidrogênio formando o hidrocarboneto.

Todos os carbonos são usados para formar dióxido de carbono (CO
2) e todos os hidrogênios serão usados para formar a água (H2O), logo se soubermos quantos mols tem no dióxido de carbono, saberemos quantos mols tem de carbono no hidrocarboneto.

Cálculo da quantidade em mols de CO
2

Massa molar: (1 . 12) + (2 . 16) = 44g/mol

1mol ............ 44g
x mols ......... 2,93g

x = 0,07 mol é a quantidade em mols de CO
2 e portanto de carbono.

Cálculo da quantidade em mols de H2O

Massa molar: (2 . 1) + (1 . 16) = 18g/mol

1mol ............ 18g
x mols ......... 1,8g

x = 0,10 mol é a quantidade em mols de H2O e portanto a de hidrogênio será 0,20mol, pois cada mol de moléculas de água é formado por dois mols de átomos de hidrogênio.

Calculamos a proporção entre os elementos, dividindo os dois valores pelo menor.

Carbono: 0,07 dividido por 0,07 = 1 mol

Hidrogênio: 0,20 dividido por 0,07 = 2,857 arredondando 3 mols

Leitura molar: um mol de moléculas do composto é formado por 1 mol de átomos de Carbono e 3 mols de átomos de Hidrogênio.

Fórmula mínima = C1H3

Nenhum comentário:

Postar um comentário